A terapia de casal é um poderoso processo terapêutico, realizado com ambos os parceiros, para explorar a dinâmica relacional, amenizar e administrar os diferentes conflitos conjugais, contemplando, desta maneira, uma saída mais saudável ao casal.

É indicada quando existe uma crise conjugal, na qual comportamentos e atitudes de um ou de ambos os parceiros estão interferindo de forma negativa em suas vidas e o casal não consegue estabelecer um diálogo produtivo sobre esses conflitos e problemas.

Esses problemas, vivenciados pelo casal, prejudicam a rede relacional e podem resultar na falta de diálogo, queixas, ameaças, cobranças, invasão de privacidade, chantagem emocional, fragilização de um dos parceiros ou evasão de contato.

Os objetivos da terapia de casal são esclarecer o motivo da tensão no vínculo conjugal e estabelecer ou restabelecer o diálogo franco e construtivo entre os cônjuges, que permita a manifestação dos desencontros, mágoas, decepções, desejos, frustrações, injustiças, possibilidade permitindo novas formas de negociações, que favoreçam a aceitação do outro, a harmonia do casal ou até mesmo, uma separação adequada.

É um processo breve, de dez a dezoito sessões, uma vez por semana ou de quinze em quinze dias, com duração de até uma hora e trinta minutos, que não tem o propósito do aprofundamento dos conflitos intrapsíquicos dos envolvidos, mas sim na história da relação.